quarta-feira, 23 de maio de 2018

Reflexos





   O primeiro olhar e toda emoção á vista
   Nas sombras roseas da minha face
   Sinto-me florescer feito menina
   Num simples gesto, o sorriso improvisado
   Eis, eu voltando a sonhar
   com aquela  canção
que era nosso tema no passado.
   Você enlaçando-me e conduzindo-me ao salão
   O amor em notas lúdicas reverberando
O que houve com todo aquele encanto?
   Quisera ser como nossa primeira vez...
você enciumado e eu com minha timidez.
   Onde está agora o meu amor?
   No reflexo de uma lembrança
 onde, outrora, havia melodia e cor
restam apenas dolorosas e imperiosas
 saudades de um amor que marcou
  e na linha do tempo se apagou.

Nenhum comentário: